Fotos: Banco público.

Os derivados da soja, carne e açúcar lideraram o ranking dos produtos goianos exportados ao longo do mês de janeiro de 2024. Os dados da balança comercial são da Secretaria Estadual de Indústria, Comércio e Serviços (SIC) e foram divulgados nesta sexta-feira (16/02) pela Superintendência de Comércio Exterior e Atração de Investimentos Internacionais, com base nas estatísticas do Ministério da Economia.

Enquanto o complexo da soja representou 30,98% do valor total de exportações (US$ 181 milhões), as carnes representaram 25,91% (US$ 151 milhões) e açúcar 7,45% (US$ 43 milhões). Em janeiro de 2023, os percentuais para os mesmos itens foram de 19,18%, 17,58% e 4,10%, respectivamente.

“Os dados positivos mostram a força da economia goiana e a boa gestão do Governo de Goiás. A SIC trabalha em busca de mais investimentos para o estado em 2024, com o compromisso de gerar emprego e renda para a população”, afirma o titular da pasta, Joel de Sant’Anna Braga Filho.

Entre os municípios exportadores destacaram-se Rio Verde, com sementes, grãos e frutos oleaginosos; Mozarlândia, com a exportação de carnes; e Ouvidor de Goiás, na produção de ferro fundido e aço. Completam a lista das dez cidades que mais venderam para o exterior: Palmeiras de Goiás, Barro Alto, São Simão, Jataí, Goiatuba, Alto Horizonte e Itumbiara.

Já os principais destinos das exportações goianas foram, na sequência, China, Indonésia, Estados Unidos, Vietnã e Japão. Em valores, o volume comercializado para os cinco países soma pouco mais de US$ 284 milhões, representando quase 50% do total para o mês.

Saldo positivo
Em janeiro deste ano, a balança comercial teve saldo positivo de US$ 100 milhões, apresentando valores (em dólares - FOB, quando não são considerados os custos de seguro e frete envolvidos). As exportações totalizaram US$ 584 milhões e as importações, US$ 483 milhões. No ranking brasileiro, Goiás está em 12° lugar como o estado que mais exportou em janeiro de 2024. Em relação às importações, ocupa a 11ª colocação.